X

Fale Conosco:

Aguarde, enviando contato!
X

Horóscopo Virtual:

X

Resultados das Loterias:

RSC Portal - Rede Souza de Comunicação

  • RSC Portal no Twitter
  • RSC Portal no YouTube
  • RSC Portal no Facebook

Violência infantojuvenil: Debate reúne profissionais ligados à assistência social

O fórum teve como palestrante a Mestre em Serviço Social pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Lizandra Vaz Salvadori

Por RSC Portal dia em Notícias

Violência infantojuvenil: Debate reúne profissionais ligados à assistência social
  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp

 

A Secretaria de Assistência Social, Trabalho e Habitação (SEASTH), por meio da Coordenação do Centro de Referência em Assistência Social (CREAS) de Imbituba, realizou nesta quarta-feira (15), o 2º Fórum de Enfrentamento ao Abuso e Exploração Sexual Infantojuvenil. O encontro ocorreu no anfiteatro da Escola de Ensino Médio Engenheiro Annes Gualberto, no bairro Paes Leme.

O evento, que reuniu profissionais ligados à assistência social do município, contou com a participação do Comandante da Polícia Militar de Imbituba, Major Daniel Nunes. O fórum teve como palestrante a Mestre em Serviço Social pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Lizandra Vaz Salvadori.

“É imprescindível que, cada vez mais, os órgãos de proteção consigam se fortalecer na busca pela proteção. A criança, por si só, não consegue se proteger. Muitas vezes, ela sofre a violência e ainda nos diz que ama a pessoa que a agrediu”, relatou Edenisi Maria Francisco, Coordenadora do CREAS.

Para a Secretária da Assistência Social, Trabalho e Habitação, Rosiane da Silva Costa, esse tipo de evento trás uma temática que perturba a sociedade, mais que precisa ser levantada para que os casos de violência infantojuvenil não fiquem impunes.

“A violência não escolhe cidade, classe social, sexo ou religião. Esse tipo de violência contra a criança está em nosso meio, em nosso quotidiano. Pensar nesse tema é trazer a reflexão à tona. Hoje, a cada minuto no Brasil, uma criança é vítima de violência”, ressaltou a secretária.

Em Imbituba, os números também são preocupantes. Em 2018, dos 168 casos atendidos pelo CREAS, 65 foram relacionados à violência infantojuvenil. Esse ano, em apenas cinco meses, oito menores de idade foram vítimas de algum tipo de violência.

“Parece incrível que, em pleno século 21, diante de tantas conquistas tecnológicas, estamos aqui discutindo como proteger as nossas crianças da violência sexual. É triste trazer essa discussão, mas é necessário, para que busquemos melhores condições de proteção”, relatou o Prefeito de Imbituba, Rosenvaldo da Silva Júnior.

Confira galeria de fotos do artigo: "Violência infantojuvenil: Debate reúne profissionais ligados à assistência social"

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp

Olá, deixe seu comentário para Violência infantojuvenil: Debate reúne profissionais ligados à assistência social

Enviando Comentário Fechar :/