X

Fale Conosco:

Aguarde, enviando contato!
X

Horóscopo Virtual:

X

Resultados das Loterias:

RSC Portal - Rede Souza de Comunicação

  • RSC Portal no Twitter
  • RSC Portal no YouTube
  • RSC Portal no Facebook

Sargento e Bombeiro são coisas de mulher sim

Cláudia Guimarães e Nelma Pereira trabalham em Imbituba e prestaram homenagem a todas as mães

Por RSC Portal 2 dia em Notícias

Sargento e Bombeiro são coisas de mulher sim
  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp

Ana Cardozo

Elas, que antes ocupavam um espaço ofuscado na sociedade, hoje definem seu próprio lugar. Não importa onde e quais as barreiras que se levantam. As mulheres e, excepcionalmente as mães têm se colocando onde a sociedade não costumava aceitá-las.

O papel de mãe e dona de casa eram tão associados que se enraizaram como padrão. As mulheres precisaram mostrar integralmente sua força e derrubar barreiras impostas com frequência. Para Cláudia Guimarães, sargento da Polícia Militar de Imbituba, elas passaram a ser extremamente importantes na sociedade atual e já exercem um papel de protagonismo também. “Com o tempo, graças as lutas que promovemos, conseguimos aumentar nosso espaço nas estruturas sociais, abandonando a figura de mera dona de casa e assumindo cargos importantes nas empresas e em estruturas hierárquicas”.

Nelma Amorim Pereira é outro exemplo. Além de cozinheira, a mãe de Fabiano Amorim está diariamente no Batalhão do Corpo de Bombeiros de Imbituba como bombeira comunitária. Segundo ela, a importância de ocupar o espaço que conquistou é única, já que antigamente as oportunidades para alcançar o mesmo eram menores. “Acho muito importante esse espaço, pois se fosse antigamente as mulheres não o teriam”, ressalta a profissional de 42 anos.

Além de quebrar barreiras que antes pareciam monstros para as mulheres, Nelma tem outro motivo para se orgulhar, pois compartilha com o filho a rotina no batalhão. Orgulhosa, a mãe enxergou com carinho a forma como Fabiano seguiu seus passos. “Senti muito orgulho, ainda mais porque dividimos o mesmo ambiente de trabalho”, conta a profissional, que vê no Dia das Mães uma oportunidade de ressaltar sentimentos importantes.

Cláudia, que é mãe há 18 anos, já não precisa ofertar ao filho tantos cuidados, mas afirma que procura sempre manter o equilíbrio entre a vida profissional e a família. O filho, Gustavo Guimarães, é definido por ela como uma benção. “Tem sido uma experiência maravilhosa, a melhor de minha vida. Só sendo mãe entendemos como é ser abençoada com um filho”.

Para as duas, o Dia das Mães tem um propósito único. A bombeira ressalta que o dia é reflexo do que elas sentem pelos filhos. “Esse dia significa muito amor, carinho e dedicação, pois é isso que nós sentimentos pelos nossos filhos”.

A policial, por sua vez, aproveita o momento especial para dedicar o dia a quem ama. “Um dia especial que dedico à mulher que me gerou, me criou e me ensinou o que é amar e respeitar ao próximo e ao meu filho, que tanto amo e respeito, a quem procurei ensinar, dar exemplos e a quem sou profundamente grata por todas as oportunidades que me deu para crescer e evoluir”.

 

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp

Olá, deixe seu comentário para Sargento e Bombeiro são coisas de mulher sim

Enviando Comentário Fechar :/