X

Fale Conosco:

Aguarde, enviando contato!
X

Horóscopo Virtual:

X

Resultados das Loterias:

Conteúdo em destaque:

Tabacaria Cardoso
Semana Nacional da Baleia Franca
Promoção Passeio Turístico ao Santuário Santa Paulina
EAD Cruzeiro do Sul
Open Food Churrasco Premium
Snet Telecom
Pães e Cucas em Garopaba
King Barbearia
Raancon Construtora

Santa Catarina tem seis novos casos de sarampo em investigação e 15 confirmados

Dive publica boletim que monitora o surto de sarampo no Estado, com dados detalhados sobre o avanço da doença

Por Redação do RSC dia em Notícias

Santa Catarina tem seis novos casos de sarampo em investigação e 15 confirmados
  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp

Foto: Bigstock

A Dive (Diretoria de Vigilância Epidemiológica) publicou nessa quarta-feira (28), boletim que mostra o monitoramento do surto de sarampo em Santa Catarina. A circulação endêmica do vírus da doença foi interrompida no Estado no ano 2000.

Desde então, registraram-se casos esporádicos: um em 2001, dois em 2013, enquanto em 2005 foram quatro registros e, em 2013 uma ocorrência. Todos relacionados com histórico de viagens internacionais, identificados com genótipo D8, que circula no continente europeu.

Os últimos óbitos em Santa Catarina foram registrados em 1992. No ano de 2019, nas semanas epidemiológicas de 1 a 34, foram notificados 112 casos suspeitos com taxa de 1,5 ocorrência a cada 100 mil habitantes.

Neste período foram descartados 91 casos, confirmados 15 e outros seis estão em investigação e/ou reteste, conforme protocolo recomendado pelo Ministério da Saúde.

Dados atualizados até 28/08/2019 – sujeitos a revisão – SinanNet/Gal

Recomendações

Considerando a alta transmissibilidade do sarampo, o atual comportamento da doença no cenário brasileiro e surtos ativos em três municípios dos estados de Santa Catarina, a  Dive (Diretoria de Vigilância Epidemiológica), da Secretaria de Estado da Saúde Santa Catarina, em parceria com as secretarias municipais de saúde, segue com a recomendação que na ocorrência de casos suspeitos de sarampo, sejam reforçadas as medidas de vigilância e controle com objetivo de detectar precocemente os casos e evitar a dispersão viral:

a) Notificação imediata de casos suspeitos (pacientes com febre, exantema, coriza e/ou tosse e/ou conjuntivite);

b) Atenção especial aos casos suspeitos de viajantes e/ou pessoas que tiveram contato com viajantes nacionais e internacionais nos últimos 30 dias;

c) Orientação para o isolamento hospitalar ou domiciliar do caso suspeito até o final do período de transmissibilidade (período de 6 dias antes do aparecimento do exantema até 4 dias após);

d) Bloqueio vacinal dos contatos em até 72 horas e monitoramento destes por até 30 dias;

e) Investigação dos casos quanto a possíveis fontes de infecção;

f) Busca retrospectiva de casos em prontuários de hospitais e laboratórios públicos e privados;

g) Atualização da caderneta de vacinação de crianças e adultos em todas as oportunidades;

h) Coleta de amostras clínicas para sorologia e identificação viral e encaminhamento obrigatório ao LACEN (Laboratório Central de Saúde Pública).

A vacina tríplice viral é a maneira mais eficaz de prevenção contra o sarampo, além de proteger também contra rubéola e caxumba. Essa vacina é administrada a partir dos 12 meses de idade com reforço aos 15 meses. Todo indivíduo com até 29 anos de idade deve receber duas doses de vacina. Dos 30 aos 49 anos, se não vacinado anteriormente, deve receber uma dose.

O sarampo é uma doença respiratória, exantemática aguda e extremamente contagiosa, que pode evoluir com gravidade e causar com complicações como pneumonia e encefalite. A transmissão ocorre de pessoa a pessoa por meio de secreções expelidas ao tossir, espirrar, falar. O contágio tem sido descrito por dispersão de aerossóis com partículas virais no ar, em ambientes fechados, como escolas, creches e clínicas.

Fonte: nd+

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp

Olá, deixe seu comentário para Santa Catarina tem seis novos casos de sarampo em investigação e 15 confirmados

Enviando Comentário Fechar :/