X

Fale Conosco:

Aguarde, enviando contato!
X

Horóscopo Virtual:

X

Resultados das Loterias:

RSC Portal - Rede Souza de Comunicação

  • RSC Portal no Twitter
  • RSC Portal no YouTube
  • RSC Portal no Facebook

PROCON faz pesquisa de preço em materiais escolares

Para que os pais não gastem mais do que o orçamento familiar permite, seis estabelecimentos de Imbituba foram pesquisados, entre supermercados e papelarias.

Por RSC Portal dia em Notícias

PROCON faz pesquisa de preço em materiais escolares
  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp

Está marcado para o dia 13 de fevereiro o início das escolas na Rede Municipal de Ensino. Pouco tempo para os pais que ainda não compraram os materiais escolares que serão utilizados pelos filhos durante o ano letivo. Por isso, o PROCON de Imbituba preparou uma pesquisa de preços ao consumidor.

Para que os pais não gastem mais do que o orçamento familiar permite, seis estabelecimentos de Imbituba foram pesquisados, entre supermercados e papelarias. Na lista divulgada pelo PROCON, dois produtos chamaram a atenção pela diferença de valores.

O caderno de 10 matérias foi encontrado com preços entre R$ 9,90 e R$ 19,90. Uma diferença de, aproximadamente 122%. Já o compasso, que em um dos estabelecimentos foi encontrado por R$ 2,99, em outro, estava custando R$ 8,25. Neste caso, a diferença de preço foi aindamais gritante – 175%.

“Nem sempre o material mais sofisticado é aquele com melhor qualidade ou mais adequado. Evite comprar materiais com personagens, logotipos e acessórios licenciados, porque, geralmente, os preços são mais elevados. A publicidade exerce grande influência sobre crianças e adolescentes”, informou a diretora do PROCON, Cristiane Pegorara.

A responsável pelo órgão municipal orienta ainda que, antes do consumidor ir às compras, é importante verificar quais itens restaram do ano letivo anterior. Reaproveitar livros e outros materiais pode significar uma economia considerável nessa época do ano.  Em seguida, é importante que se faça uma pesquisa de preços em diferentes estabelecimentos comerciais.

“A escola pode ser questionada sobre a lista de materiais escolares. Principalmente, com relação aos Itens de uso coletivo, como papel para provas, avisos internos, material para atividades de laboratório, biblioteca ou material de higiene e limpeza. A instituição não pode exigir a aquisição de produtos de marca específica e, muito menos, determinar a loja ou livraria onde o material deverá ser comprado”, alertou a diretora do PROCON de Imbituba.

Fonte: Prefeitura de Imbituba

Confira galeria de fotos do artigo: "PROCON faz pesquisa de preço em materiais escolares"

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp

Olá, deixe seu comentário para PROCON faz pesquisa de preço em materiais escolares

Enviando Comentário Fechar :/