X

Fale Conosco:

Aguarde, enviando contato!
X

Horóscopo Virtual:

X

Resultados das Loterias:

Conteúdo em destaque:

Drakos Beer Pub
EAD Cruzeiro do Sul
Open Food Churrasco Premium
Tributo Raul Seixas 30 anos
Snet Telecom
Pães e Cucas em Garopaba
Clube do Assinante Impresso Catarinense
King Barbearia
Raancon Construtora

Pesca artesanal da tainha é certificada como patrimônio imaterial de Santa Catarina

A Praia do Campeche, na capital, e a cidade de Bombinhas buscam preservar esse patrimônio imaterial

Por RSC Portal 2 dia em Notícias

Pesca artesanal da tainha é certificada como patrimônio imaterial de Santa Catarina
  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp

Duas comunidades pesqueiras do litoral catarinense que praticam a pesca artesanal de tainhas receberam o registro de patrimônio imaterial catarinense nesta semana. A primeira delas, que recebeu o certificado nesta quarta-feira, 1º de maio, é a Praia do Campeche, em Florianópolis, no dia da abertura oficial da safra. Na sequência, na sexta, 5, é a vez do município de Bombinhas receber a certificação de reconhecimento. O registro de patrimônio imaterial será entregue pela Fundação Catarinense de Cultura (FCC), conforme o Decreto 2.504/2004, como parte das comemorações por seus 40 anos. 

Campeche
O processo de registro teve início em 2017 quando uma equipe de pesquisadores do Instituto Federal de Santa Catarina (IFSC/Continente) reportou à FCC a intenção da comunidade do Campeche que, por meio da Associação dos Pescadores Artesanais, gostaria de ter formalmente reconhecida sua tradição como patrimônio catarinense.

A pesca artesanal da tainha no Campeche ocupará o registro de número três, no livro I, Dos Saberes, sendo a segunda comunidade pesqueira em Santa Catarina a ter seus costumes formalmente registrados pela Fundação, órgão gestor do patrimônio no âmbito estadual.

Bombinhas

A pesca artesanal da tainha praticada no município de Bombinhas, cuja comunidade pesqueira reconhece essa manifestação cultural como "Pesca Artesanal da Tainha com Canoas de um Pau Só", teve seu processo de registro iniciado em 2017 quando a Fundação Municipal de Cultura do Município entregou à FCC um ofício, endossado pelo Conselho Municipal de Cultura, dando ciência à Diretoria de Preservação do Patrimônio Cultural do órgão sobre a intenção da comunidade em ter reconhecida sua tradição como patrimônio catarinense.

Assim, foi elaborado um dossiê - com a anuência e acompanhamento dos pescadores artesanais - até a conclusão no trâmite de registros de patrimônios culturais. A "Pesca Artesanal da Tainha com Canoas de um Pau Só" ocupará o registro de número quatro, no livro I, Dos Saberes, sendo a terceira comunidade pesqueira em Santa Catarina a ter sua tradição formalmente registrada pela FCC.

O certificado será entregue em cerimônia na Praia de Bombas (acesso pela Rua Tucano), às 10h.

 

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp

Olá, deixe seu comentário para Pesca artesanal da tainha é certificada como patrimônio imaterial de Santa Catarina

Enviando Comentário Fechar :/