X

Fale Conosco:

Aguarde, enviando contato!
X

Horóscopo Virtual:

X

Resultados das Loterias:

Conteúdo em destaque:

Frutos de Goiás Imbituba
Barbearia Vip Imbituba
MC CELULARES
Z12 Sushi Imbituba
Tabacaria Cardoso
O Guaraná oficial de Imbituba
Carla Carvalho Studio Pilates e Suspensão
Clinica Odontológica Integrada
PAES E CUCAS
Mini Calzone Garopaba
Snet Telecom
Dedetizadora D.D. Sul

Orgulho LGBTQIA+: a UFSC acolhe a diversidade

O 28 de junho é, para a comunidade LGBTQIA+, uma data de orgulho e de luta. Nesse dia, em 1969, ocorreu uma das maiores rebeliões civis da história

Por Redação do RSC dia em Notícias

Orgulho LGBTQIA+: a UFSC acolhe a diversidade
  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp

O Dia do Orgulho LGBTQIA+ é celebrado em todo o mundo em 28 de junho. Neste ano, a UFSC traz uma campanha institucional em suas redes sociais, com depoimentos colhidos pela Coordenadoria de Diversidade Sexual e Enfrentamento de Violência de Gênero (CDGen) da Secretaria de Ações Afirmativas e Diversidades (Saad). São vídeos enviados por pessoas da comunidade da UFSC, com suas histórias e imagens para marcar esse dia de luta.

>> Assista ao vídeo de depoimentos de pessoas da comunidade LGBTQIA+ da UFSC

O 28 de junho é, para a comunidade LGBTQIA+, uma data de orgulho e de luta. Nesse dia, em 1969, ocorreu uma das maiores rebeliões civis da história. No Stonewall Inn, em Greenwich Village, na cidade de New York, Estados Unidos. Gays, lésbicas, travestis e drag queens enfrentaram a força policial durante a Rebelião de Stonewall (Stonewall Riot). O episódio durou seis dias, e foi uma resposta contra a ação arbitrária e preconceituosa do efetivo policial, que tinha como rotina a promoção de batidas e revistas de cunho humilhante nos bares e boates gays de New York.

Atualmente, o Movimento LGBTQIA+ abrange diversas orientações sexuais e identidades de gênero de modo que, mesmo sem uma organização central, promove diversas frentes de luta pelos direitos civis da comunidade.

Depoimentos

“Tenho muito orgulho de ser quem eu sou, orgulho da luta e de toda a resistência que a gente tem, principalmente dentro da UFSC, porque é muito difícil esse movimento. Cada dia que passa a gente está se fortalecendo cada vez mais” – Jessica, estudante de Museologia/UFSC

“Eu sinto muito orgulho de ser quem eu sou, especialmente por ser uma professora universitária que também atua no ensino básico e ajuda a mudar o contexto de que muitos dos meus e das minhas são expulsos da escola e não têm acesso à Educação”. – Ti, professora do Colégio de Aplicação/UFSC

“Não existe cura para o que não é doença, temos orgulho de sermos quem somos.” – Aurivar, psicólogo e estudante da UFSC

“Podemos viver em sociedade, em equidade e principalmente, em liberdade.” – Mariana, estudante de Serviço Social/UFSC

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp

Olá, deixe seu comentário para Orgulho LGBTQIA+: a UFSC acolhe a diversidade

Enviando Comentário Fechar :/