X

Fale Conosco:

Aguarde, enviando contato!
X

Horóscopo Virtual:

X

Resultados das Loterias:

Conteúdo em destaque:

Drakos Beer Pub
EAD Cruzeiro do Sul
Open Food Churrasco Premium
Tributo Raul Seixas 30 anos
Snet Telecom
Pães e Cucas em Garopaba
Clube do Assinante Impresso Catarinense
King Barbearia
Raancon Construtora

Leo Barcelos garante pontos no QS da Argentina

Surfista da Zimba garantiu a nona colocação e 450 pontos no Circuito Mundial de Acesso WQS e segue para as próximas etapas da perna Sul-americana

Por RSC Portal dia em Notícias

Leo Barcelos garante pontos no QS da Argentina
  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp

Os títulos da sétima edição do Rip Curl Pro Playa Grande serão decididos neste domingo e dois argentinos vão tentar a primeira vitória em casa, Leandro Usuna campeão sul-americano da WSL South America em 2016 e a igualmente experiente Ornella Pellizari. O atleta de Imbituba, Leo Barcelos, surfou bem e garantiu importantes 450 pontos e a nona colocação, mesmo resultado do ano passado na prova. 

Até agora, só deu Brasil no alto do pódio em Mar del Plata, desde a estreia em 2013. E a equatoriana Dominic Barona ganhou as duas únicas etapas femininas nas ondas de Biologia, na Playa Grande. Ela foi uma das oito classificadas para as quartas de final e no sábado também foram definidos quatro finalistas do masculino. A primeira chamada do domingo será as 7h40 na Argentina.

Leo Barcelos não avançou para as quartas de final por poucos décimos. Na bateria apenas com brasileiros, Matheus Navarro e Igor Morais acabaram passado para a próxima fase. Leo ficou com a nona colocação e Arthur Cerqueira com décima terceira posição. 

Enquanto Dominic Barona tenta o tricampeonato no QS 1000 Rip Curl Pro Playa Grande, um novo campeão será conhecido no QS 1500 masculino. O único que tinha chance de conseguir um bicampeonato era Thiago Camarão, vencedor em 2017, que foi barrado na primeira bateria do dia em Biologia. O argentino Leandro Usuna é o mais experiente entre os quatro que já se classificaram nos dois confrontos que fecharam o sábado na Argentina.

Lele Usuna acabou com a hegemonia de títulos sul-americanos do Brasil na WSL South America em 2016 e pode repetir o feito na história da única etapa do Circuito Mundial da World Surf League na Argentina neste domingo. Ele tem 31 anos de idade e vai abrir as quartas de final com o brasileiro Igor Moraes, 22 anos. A outra bateria das quartas de final já formada no sábado tem outro brasileiro, Matheus Navarro, 24, que já venceu uma etapa do QS 1500 esse ano nos Estados Unidos, com o jovem chileno de 18 anos, Gustavo Dvorquez.

Mais seis brasileiros estão nas duas últimas batalhas por vagas nas quartas de final, que ficaram para abrir o domingo na Argentina. Na primeira do dia, o chileno Roberto Araki enfrenta três, Luan Wood, Luciano Brulher e Lucas Vicente. Na seguinte, o peruano Lucca Mesinas, que no ano passado foi campeão norte-americano pelo ranking regional da WSL North America, está com o recordista do sábado nas ondas de Biologia, Deyvson Santos, o também potiguar Mateus Sena e o paulista Wesley Leite.

QS 1000 FEMININO – No QS 1000 feminino, as quartas de final do Rip Curl Pro Playa Grande já foram definidas no sábado e todas terão uma brasileira disputando classificação contra surfistas de outros países. A bicampeã Dominic Barona abre a batalha por vagas nas semifinais com a pernambucana Monik Santos. A carioca Karol Ribeiro entra na segunda com a peruana Daniela Rosas. A argentina Ornella Pellizzari está na terceira com a paulista Camila Cassia e na última a jovem catarinense de apenas 15 anos de idade, Taina Hinckel, enfrenta a chilena Lorena Fica.

Enquanto os homens já estão disputando a terceira etapa organizada pela WSL South America da categoria masculina esse ano, no Rip Curl Pro Playa Grande está sendo iniciada a corrida pelo título sul-americano feminino da temporada. A campeã do ano passado foi Dominic Barona. O resultado do QS 1000 de Mar del Plata vai formar o primeiro ranking de 2019 e, para as meninas, tem mais sete etapas previstas na América do Sul valendo pontos para o WSL Qualifying Series e para o ranking regional da WSL South America.

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp

Olá, deixe seu comentário para Leo Barcelos garante pontos no QS da Argentina

Enviando Comentário Fechar :/