X

Fale Conosco:

Aguarde, enviando contato!
X

Horóscopo Virtual:

X

Resultados das Loterias:

Conteúdo em destaque:

Pães e Cucas em Garopaba
Coopeimb, o momento certo, a companhia adequada.
Clube do Assinante Impresso Catarinense
King Barbearia
Sul Internet
Snet Telecom
Raancon Construtora

Jornal denuncia crime ambiental nas Dunas da Gamboa

Reportagem do jornal Notícias do Dia mostra crimonosos fazendo trilha em Área de Proteção Ambiental, nas dunas da Gamboa, no fina lde semana

Por RSC Portal 2 dia em Notícias

Jornal denuncia crime ambiental nas Dunas da Gamboa
  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp

As dunas entre a praia da Gamboa e a Guarda do Embaú, em Paulo Lopes, foram transformadas em trilha de rali. No sábado, 1 de maio, moradores tiveram que chamar a PM (Polícia Militar) para acabar com a algazarra. A área fica dentro do Parque Estadual da Serra do Tabuleiro, protegido por lei.

Foram pelo menos cinco utilitários flagrados realizando manobras nas dunas. Os participantes chegaram a ser alertados que estavam cometendo crime ambiental por moradores da localidade, mas preferiram ignoraram os alertas.

Os integrantes do grupo publicaram as cenas em tempo real na internet. Um dos vídeos, mostra o veículo passando sobre a restinga, que auxilia no processo de fixação das dunas. Devido a importância, as áreas onde há restinga são consideradas APP (Área de Preservação Permanente).

Os condutores dos veículos só pararam de rodar pelas dunas quando lideranças comunitárias da Gamboa fecharam o acesso as dunas. Algumas gravações mostram caminhonetes com placas de Garopaba.

 
PUBLICIDADE
 

A PMA (Polícia Militar Ambiental) foi acionada para verificar a situação, mas não chegou a se deslocar para o local, já que estava em outro atendimento. A ocorrência foi atendida pela Polícia Militar. Neste domingo, 2, a reportagem do Notícias do Dia tentou contato para verificar se os condutores foram multados, mas não houve retorno. O chefe do parque, Carlos Alberto Cassini, informou que pedirá informações sobre a ação e agirá com rigor para que isso nunca mais ocorra.

O Parque Estadual da Serra do Tabuleiro, criado em 1975, ocupa cerca de 1% do território catarinense. Abrange áreas dos municípios de Florianópolis, Palhoça, Santo Amaro da Imperatriz, Águas Mornas, São Bonifácio, São Martinho, Imaruí e Paulo Lopes

Moradores pedem punição dos responsáveis

Desde sábado, 1 de maio, moradores das praias da Gamboa e também da Guarda do Embaú pedem punição aos envolvidos no rali sobre as dunas. Eles divulgaram vídeos e fotos identificando os autores do suposto crime via aplicativo WhatsApp durante o domingo.
Embora, tenham ficado indignados com a situação, muitos só falam sobre anonimato para evitar represálias, já que acreditam que as pessoas que participaram possuem condições financeiras para prejudicar quem impediu a ação.

Essa não é a primeira vez que lideranças da região entraram em conflito para defender áreas de preservação ambiental. Na temporada de verão, barqueiros que fazem a travessia do rio da Madre, entre Palhoça e Paulo Lopes, até a Guarda do Embaú, fecharam o acesso ao rio impedindo a passagem de pilotos com motos aquáticas. Desde que foi realizado o plano de manejo, as motos aquáticas estão proibidas de entrar o afluente.

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp

Olá, deixe seu comentário para Jornal denuncia crime ambiental nas Dunas da Gamboa

Enviando Comentário Fechar :/