X

Fale Conosco:

Aguarde, enviando contato!
X

Horóscopo Virtual:

X

Resultados das Loterias:

Conteúdo em destaque:

EAD Cruzeiro do Sul
Drakos Beer Pub
Open Food Churrasco Premium
Tributo Raul Seixas 30 anos
Snet Telecom
Pães e Cucas em Garopaba
Clube do Assinante Impresso Catarinense
King Barbearia
Raancon Construtora

Imbituba fica em primeiro na geração de empregos em 2018

Já a cidade vizinha de Imaruí ficou com saldo negativo.

Por RSC Portal dia em Notícias

Imbituba fica em primeiro na geração de empregos em 2018
  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp

A região fechou 2018 com saldo positivo de 1.643 novos postos de trabalho, de acordo com os dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged). Durante todo o ano passado foram 48.397 contratações, contra 46.754 desligamentos.  

O setor de serviços foi quem mais empregou durante 2018 na região, com saldo positivo de 1.178 novos empregos. O comércio vem em seguida, com 320 novos trabalhadores com carteira assinada. O saldo negativo de 2018 ficou por conta do setor da construção civil, que teve um saldo de 284 desligamentos a mais que admissões. 

Em 2018, o município de Imbituba ficou em primeiro lugar na geração de empregos formais, com saldo positivo de 357 novos postos de trabalho. O destaque em Imbituba ficou para os setores de serviços industriais de utilidade pública, com 162 vagas a mais, e de serviços, com 110 novos postos de trabalho.

Orleans ficou em segundo lugar no número de empregos formais criados em 2018, com saldo positivo de 305 vagas. A indústria foi quem mais gerou empregos formais no ano passado, com saldo positivo de 129 vagas, seguida de serviços, com 137 vagas. 

Tubarão teve saldo positivo de 133 vagas novas em 2018, com destaque para o setor de serviços, com 385 novos postos de trabalho, seguido de comércio, com 92 novas vagas. 

O maior saldo negativo de 2018 na geração de empregos foi em Laguna, com menos 163 novas vagas. Em segundo lugar ficou Gravatal, com 44 postos de trabalho formal a menos. 

Em Santa Catarina, o saldo em 2018 também foi positivo, com 41.718 empregos. Ao longo de todo o ano passado foram concretizadas 981,3 mil contratações, contra 939,6 mil demissões. No país inteiro, o saldo positivo foi de 529,5 mil novos empregos formais, segundo o Caged.

Já no mês de dezembro, o número de demissões superou o de admissões em 22,6 mil vagas em todo o Estado. No Brasil, o último mês do ano também registrou números negativos na geração de empregos formais.


Em dezembro, o destaque foi no litoral

O mês de dezembro foi positivo na geração de emprego nas cidades do Litoral. Garopaba foi o grande destaque, com saldo positivo de 648 novas vagas. Imbituba (saldo de 133 postos) e Laguna (82) vêm em seguida, segundo dados do Caged. Comércio e serviços foram os setores que mais geraram empregos formais no mês passado nestas cidades. Já o maior saldo negativo foi registrado em Tubarão, que teve 359 postos de trabalho a menos em dezembro. Serviços e indústria foram quem mais registraram demissões. Braço do Norte vem em seguida, com 306 empregos formais a menos em dezembro. Lá, os setores de administração pública e da indústria foram os que mais registraram desligamentos. O saldo total da região em dezembro também foi negativo, com 113 vagas a menos no mercado de trabalho.

Fonte: Diário do Sul

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp

Olá, deixe seu comentário para Imbituba fica em primeiro na geração de empregos em 2018

Enviando Comentário Fechar :/