X

Fale Conosco:

Aguarde, enviando contato!
X

Horóscopo Virtual:

X

Resultados das Loterias:

Conteúdo em destaque:

Woodstock 2k
Tabacaria Cardoso
Pães e Cucas em Garopaba
Clube do Assinante Impresso Catarinense
Snet Telecom
King Barbearia
Raancon Construtora

Governo do Estado dá dicas para o Carnaval

Dez conselhos para curtir o Carnaval em Santa Catarina em uma boa

Por RSC Portal 2 dia em Notícias

Governo do Estado dá dicas para o Carnaval
  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp

Dez dicas para curtir o Carnaval em Santa Catarina em uma boa

Faltam poucos dias para o Carnaval, e os municípios catarinenses esperam turistas de todo o país. Santa Catarina está preparada para receber bem os visitantes, com ações nas áreas de turismo, saúde e segurança pública.

Para que tudo corra bem, é preciso que os foliões tomem alguns cuidados simples. A atenção não prejudica em nada a festa. Pelo contrário: uma dose de precaução garante que os dias de folia deixem só alegria na memória. Veja dez dicas!

1. Se beber, não dirija

 Você já sabe: bebida alcoólica e direção não combinam. Evitar essa mistura está mais fácil do que nunca. Você pode pegar táxi, ônibus, usar um aplicativo de transporte ou combinar uma carona com aquele amigo ou amiga que não vai beber nada.

A Polícia Militar Rodoviária vai reforçar a fiscalização nas estradas para garantir a segurança. Todo motorista flagrado com qualquer concentração de álcool no organismo é multado em R$ 2.934,70 e fica sem a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) por um ano. As penalidades são as mesmas para quem se recusa a soprar o bafômetro.

A infração de trânsito ainda pode se tornar um crime caso haja sinais de alteração da capacidade motora, com pena de seis meses a três anos de prisão. Se o motorista causar um acidente com morte, a prisão pode chegar a oito anos. Em caso de alguém ferido com gravidade, a pena é de até cinco anos.

2. Use camisinha

A Diretoria de Vigilância Epidemiológica de Santa Catarina (DIVE/SC) já enviou mais de 2,3 milhões de preservativos aos municípios catarinenses, para que eles façam a distribuição durante os dias de festa. O órgão, vinculado à Secretaria de Estado da Saúde, também firmou parceria com a concessionária Autopista Litoral Sul para a entrega de kits com preservativos e material informativo sobre Infecções Sexualmente Transmissíveis (IST) nas praças de pedágio de Araquari, Porto Belo e Palhoça. 

De acordo com o médico infectologista da DIVE/SC, Eduardo Campos, a camisinha, tanto masculina quanto feminina, é o método mais eficaz para prevenir as ISTs, além de uma gravidez indesejada. “Durante o carnaval, haverá distribuição gratuita de preservativos em festas, blocos de rua, blitze, além de ações pontuais em todo o estado, mas é importante reforçar que as camisinhas também podem ser retiradas de graça nos serviços públicos de saúde”, esclarece Campos.

De 2007 a junho de 2018, houve mais de 11 mil novos casos de infecção por HIV em Santa Catarina. A maioria deles foi em homens (63,4%) e em jovens (53,2%) com idades entre 20 e 34 anos. Nos últimos oito anos, houve registro de mais de 47 mil casos de sífilis. O uso da camisinha também pode prevenir infecções pelos vírus das hepatites B e C.

3. Estacione em locais iluminados e movimentados

Tudo bem, você decidiu que não vai beber e, por isso, poderá dirigir. Nesse caso, o cuidado é quanto ao local onde vai estacionar o seu carro. A Polícia Militar de Santa Catarina orienta a procurar lugares bem iluminados e com bastante movimentação. Se tiver proteção adicional, como alarmes e trava de segurança, melhor ainda.

4. Atenção para não se perder

Marque sempre um local de encontro para toda a turma se reunir ao fim da festa ou caso alguém se perca. A atenção deve ser redobrada com as crianças. Faça uma pulseira com o nome da criança e os telefones dos pais. Outras opções são crachás ou etiquetas coladas na roupa dos pequenos.

5. Cuidado com estranhos

Não aceite nada de quem você não conhece. Não beba ou coma nada que tenha sido oferecido por estranhos. Se encontrar pessoas suspeitas, afaste-se ou procure o policial militar mais próximo. Não se envolva em brigas. Caso se depare com empurrões ou brigas generalizadas, não chegue perto.

6. Se beber, não entre na água

Banhos de mar, rio ou lagoa também não combinam com álcool. “A maior parte dos arrastamentos acontecem das 16h às 18h, fato atribuído à ingestão de bebidas alcoólicas", relata o tenente Ian Triska, instrutor de salvamento aquático e chefe de Comunicação Social do Corpo de Bombeiros Militar de Santa Catarina. Procure nadar em locais guarnecidos por guarda-vidas e obedeça as sinalizações de mar perigoso.

7.  Não saia com muito dinheiro

Nem muito dinheiro, nem talão de cheque. Saia apenas com a quantia trocada que pretende gastar, com uma pequena margem para algum imprevisto. A maioria dos estabelecimentos comerciais já aceita cartões de crédito e débito, então dê preferência a esses meios de pagamento, que são mais seguros. Se precisar carregar algum objeto de valor, prefira usar os bolsos da frente ou segure à frente do seu corpo.


8. Evite usar joias 

Todo mundo acha muito bonito aquele seu relógio de ouro, aquele anel que está na sua família há várias gerações, aqueles brincos que você trouxe da última viagem à Europa e aquela corrente de ouro inspirada na do seu artista preferido. Todo mundo mesmo, e isso inclui quem não tem boas intenções. Por isso, o melhor a fazer é deixá-las em casa, para a segurança de todas as joias e a sua também. 

9. Use a Delegacia Virtual

Perdeu os documentos? Esteve envolvido em um acidente de trânsito sem vítima? Não precisa se deslocar até uma Delegacia de Polícia. Você pode acessar o endereço eletrônico delegaciavirtual.sc.gov.br e fazer o registro da ocorrência diretamente pela internet. Também é possível registrar recuperação de documentos e/ou objetos, ameaça, calúnia, injúria, difamação, furto, roubo, dano causado por fenômenos da natureza e fazer denúncias anônimas.

Depois de homologado o registro, tudo será encaminhado à Delegacia de Polícia do local onde o fato aconteceu e despachado por um delegado de Polícia. Lembre-se: falsidade ideológica ou falsa comunicação de delitos configuram crimes. Para fazer o registro, é preciso ter 18 anos ou mais.

10. Divirta-se

Santa Catarina tem alguns dos melhores eventos de Carnaval do Brasil. Escolha o que mais lhe agrade, siga as orientações acima e diverta-se.

Foto: Maurício Vieira/Secom

 

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp

Olá, deixe seu comentário para Governo do Estado dá dicas para o Carnaval

Enviando Comentário Fechar :/