X

Fale Conosco:

Aguarde, enviando contato!
X

Horóscopo Virtual:

X

Resultados das Loterias:

Conteúdo em destaque:

Tabacaria Cardoso
Semana Nacional da Baleia Franca
Promoção Passeio Turístico ao Santuário Santa Paulina
EAD Cruzeiro do Sul
Open Food Churrasco Premium
Snet Telecom
Pães e Cucas em Garopaba
King Barbearia
Raancon Construtora

Governo de SC deve indicar duas escolas ao Governo Federal

Bolsonaro promete duas escolas Cívico-Militares por estado em 2019

Por RSC Portal 2 dia em Notícias

Governo de SC deve indicar duas escolas ao Governo Federal
  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp

Foto: Agencia Brasil

O governo federal lançou nessa quinta-feira, 5, o Programa Nacional das Escolas Cívico-Militares (Pecim), em cerimônia no Palácio do Planalto. A meta é implementar 216 escolas em todos as unidades da federação até 2023.

O anúncio do Governo Bolsonaro afirma que neste ano, 54 escolas serão contempladas com o programa, em formato piloto, duas em cada unidade da Federação, indicadas pelos governos estaduais até 27 de setembro. Os colégios devem ter de 500 a mil alunos do 6º ao 9º ano do ensino fundamental e/ou médio.

Um comunicado similar foi feito em julho, mas oficialmente o projeto foi lançado nessa quinta-feira. De acordo com a Secretaria Executiva de Comunicação de Santa Catarina, ainda são aguardadas mais orientações a respeito do assunto pela Secretaria de Estado de Educação. “ainda precisamos nos cercar de mais dados, informações e critérios”, disse o comunicado da Ascom.

As escolas cívico-militares são instituições não militarizadas, mas com uma equipe de militares da reserva no papel de tutores. De acordo com o MEC, os militares atuarão na disciplina dos alunos, no fortalecimento de valores éticos e morais, e na área administrativa, no aprimoramento da infraestrutura e organização da escola e dos estudantes.

As questões didático-pedagógicas continuarão atribuições exclusivas dos docentes, sem sobreposição com os militares, e serão respeitadas as funções próprias dos profissionais da educação, que constam na Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional.

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp

Olá, deixe seu comentário para Governo de SC deve indicar duas escolas ao Governo Federal

Enviando Comentário Fechar :/