X

Fale Conosco:

Aguarde, enviando contato!
X

Horóscopo Virtual:

X

Resultados das Loterias:

Conteúdo em destaque:

Tabacaria Cardoso
Woodstock 2k
Pães e Cucas em Garopaba
Clube do Assinante Impresso Catarinense
Snet Telecom
King Barbearia
Raancon Construtora

Gabriel Medina comanda na Califórnia

O bicampeão mundial começou a defender o título da etapa na piscina do Surf Ranch com os recordes do dia e Italo Ferreira fez o terceiro maior placar da quinta-feira no WSL Tour da Califórnia

Por Redação do RSC dia em Notícias

Gabriel Medina comanda na Califórnia
  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp

Foto: Cait Miers / WSL via Getty Images

O bicampeão mundial Gabriel Medina começou a defender o título do Freshwater Pro apresentado pela Outerknown como terminou no ano passado, comandando o show nas ondas perfeitas do Surf Ranch, em Lemoore, no interior da Califórnia, Estados Unidos. O atual líder do ranking, Filipe Toledo, vice-campeão nesta etapa da piscina em 2018, só vai estrear na sexta-feira e viu Medina fazer duas apresentações incríveis na quinta-feira.

Na primeira entrada dele, na terceira bateria, já fez o maior placar com duas notas 8,27. Depois, repetiu a dose com muitas manobras progressivas de borda, tubos e aéreos perfeitos para atingir 17,77 pontos, ganhando 9,00 surfando de backside na direita e 8,77 de frontside na esquerda.

“Estou muito feliz com minha performance, porque consegui fazer praticamente tudo que tentei e foi incrível não cometer nenhum erro”, disse Gabriel Medina. “É muito bom você ter ondas perfeitas assim para surfar, então só precisamos fazer o nosso melhor. É um pouco cansativo porque é bem longa e você não para de manobrar, mas é bom você saber que a onda vem ali, o horário certo que vai competir, para se preparar melhor. Espero continuar assim para conseguir outro bom resultado aqui".

Medina já impressionou mandando um aéreo “kerrupt flip” perfeito na finalização da primeira onda que surfou. Ele não errava quase nada, variando as manobras de borda no seu ataque aos pontos mais críticos das ondas, passando por dentro dos tubos e sempre usando os aéreos para potencializar suas notas. Esse campeonato é o que realmente premia o surfista mais completo, pois a onda é a mesma para todos, sem depender de swell, ventos, marés, e são computadas a maior nota recebida na esquerda e a maior na direita, ou seja, o melhor surfando de frente (frontside) e de costas (backside) para a onda.

O bicampeão mundial estreou na terceira bateria do dia, junto com mais três brasileiros e o idealizador da piscina de ondas no Surf Ranch, Kelly Slater. O onze vezes campeão mundial ficou com a segunda vaga direta para a segunda fase, somando nota 7,00 na esquerda com 6,87 na direita para superar Jessé Mendes por 13,87 a 13,30 pontos. Deivid Silva ficou em quarto com 12,24 e ele e Jessé estão na lista provisória dos doze que se classificam para a segunda fase com as maiores pontuações, entre os que não ficaram entre os dois melhores de cada bateria.

Destaque também para Italo Ferreira

Gabriel Medina comanda o show no Freshwater Pro

Kelly Cestari / WSL via Getty Images

Outro brasileiro que brilhou no primeiro dia foi o potiguar Italo Ferreira. Ele conseguiu uma vitória heroica no último domingo, com nota 10 em um aéreo na final contra Gabriel Medina, Kolohe Andino e Shun Murakami, para ganhar a medalha de ouro no Japão.

Italo aproveitou bem a segunda chance de surfar na primeira fase, fazendo o terceiro maior placar do dia na segunda bateria, 14,97 pontos com 8,40 de backside na direita parecida com a da sua casa em Baía Formosa e 6,57 de frontside na esquerda. Só Medina conseguiu uma nota melhor na direita, 9,00, que foi a maior da quinta-feira.

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp

Olá, deixe seu comentário para Gabriel Medina comanda na Califórnia

Enviando Comentário Fechar :/