X

Fale Conosco:

Aguarde, enviando contato!
X

Horóscopo Virtual:

X

Resultados das Loterias:

Conteúdo em destaque:

Woodstock 2k
Tabacaria Cardoso
Alan e Felipe
Pães e Cucas em Garopaba
Clube do Assinante Impresso Catarinense
Snet Telecom
King Barbearia
Raancon Construtora

Duas semanas de descaso na SC-434


Reformas estão paradas há duas semanas e perigo é iminente no Campo d'Una ’


Por RSC Portal dia em Notícias

Duas semanas de descaso na SC-434
  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp

A velocidade com que a fase inicial das reformas nos principais acessos de praias da SC-434 aconteceram em setembro animaram as comunidades de Garopaba e região. Contudo, as adequações nos trevos da Ferrugem e da Praia do Rosa, via Campo D’Una e via Ibiraquera, parecem ter sido abandonados há duas semanas. E o pior, o perigo da falta de placas, pontos absurdamente cegos e aparência de descaso com a obra, principalmente no Campo d’Una , colocam em risco os alunos da E.E.B. Maria Corrêa Saad. 



O jornal Impresso Catarinense questionou a Prefeitura de Garopaba que, conforme contato feito com a empresa e o Deinfra pelo secretário de infraestrutura Jair João Ribeiro Neto, informa que as obras de revitalização da SC 434 irão retornar na próxima semana. “A princípio é para entrega total da obra”, garante o secretário municipal. 



Um dos principais comércios da esquina do Campo d’Una pertence ao senhor Hélio Vicentin. “A reclamação é grande dos pedestres. O trevo ficou mais rápido e difícil de atravessar. Ainda mais sem placa e sinalização. Eles fizeram e foram embora deixando tudo assim, estranho”, protesta. Outro comerciante do local está assustado pelo fluxo de crianças da escola. “Infelizmente eles abandonaram a obra. Falta faixa, placas e acostamento. Estamos indo para a terceira semana com tudo parado”, reclama. 



No Deinfran, depois de alguma insistência, a redação do jornal teve a resposta. Não sobre o motivo da paralisação ou risco para estudantes e veículos. Muito menos pelo projeto, que não contempla a importante via que vem do bairro Ressacada. “O trevo foi executado conforme projetado e de acordo com as normas de segurança de trânsito. Os cones não são da empresa que está realizando a obra, são de serviços da Prefeitura”, disse a resposta do órgão do Governo do Estado.
Duas semanas de descaso na SC-434



O deputado Luiz Fernando Vampiro (MDB) participou da liberação de verbas para essas reformas e não sabia da interrupção das obras até ser questionado pelo Impresso Catarinense. Tão pouco sabia de que alguns pontos estão até mais perigosos. “Entrarei em contato com a Secretaria para pedir esclarecimentos para solucionar esse problema. Se preciso for, levarei a questão também para a Assembleia”, garante Vampiro. 



O Impresso Catarinense segue chamando a atenção das autoridades para as SCs da região. Na última semana noticiamos a condenação do Estado a pagar 200 mil reais para um motociclista que ficou paraplégico na SC-437, em Laguna. Nessa semana, outro motociclista morreu na SC-436, de Imaruí.

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp

Olá, deixe seu comentário para Duas semanas de descaso na SC-434

Já temos 1 comentário(s). DEIXE O SEU :)
Gustavo González

Gustavo González

Uma pergunta: e quanto ao acesso de quem sai da Estrada da Ressacada, para acessar o Estrada do Ouvidor. como fica?
Na atual situação, legalmente, quem sai da Ressacada só poderia seguir no sentido Araçatuba sem local para retorno para Garopaba ou Acesso Praias Ouvidor/Rosa.
★★★★★DIA 07.10.19 09h40RESPONDER
RSC Portal 2
Enviando Comentário Fechar :/
Enviando Comentário Fechar :/