X

Fale Conosco:

Aguarde, enviando contato!
X

Horóscopo Virtual:

X

Resultados das Loterias:

Conteúdo em destaque:

Drakos Beer Pub
EAD Cruzeiro do Sul
Open Food Churrasco Premium
Tributo Raul Seixas 30 anos
Snet Telecom
Pães e Cucas em Garopaba
Clube do Assinante Impresso Catarinense
King Barbearia
Raancon Construtora

Dia do Índio teve surf e futebol

Rádio 89.3 FM contribui em evento promovido por esposa do saudoso radialista Pererinha

Por RSC Portal 2 dia em Notícias

Dia do Índio teve surf e futebol
  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp

Gratidão. É com essa palavra que o cacique Fabiano Alves resume o sentimento da Tekoá Marangatú. Os integrantes da aldeia estiveram neste sábado, 20, na comunidade de Vila Alvorada (Aguada), em Imbituba, para participar de uma interação cultural em comemoração ao Dia do Índio. Na ocasião, os indígenas participaram de partidas de futebol com moradores da localidade e aulas de surf com o professor Bananinha.

Um ônibus da Santo Anjo foi responsável por buscar os indígenas em Riacho Ana Matias, zona rural entre os municípios de Imaruí e Paulo Lopes. Depois do café da manhã rolou o futebol masculino e feminino. Em seguida, os Guarani receberam as medalhas alusivas ao Dia do Índio e partiram para o surf com o professor bananinha.

O projeto mantêm as raízes culturais dos povos originais do litoral de Santa Catarina e tinha iniciativa de Plínio Pereira Lopes, mais conhecido como Pereirinha. O saudoso apresentador da Rádio 89.3 FM estava planejando a ação quando faleceu, há aproximadamente um mês. “Onde ele estiver, deve estar feliz e contente por todas as pessoas estarem aqui exatamente como ele queria”, emociona-se a esposa, Eva Geny Borges dos Santos.

O futebol contou com a colaboração do professor Omar Pacheco e diversos apoiadores contribuíram com a alimentação e brindes. Para a Aldeia, um dia de interação como esse é uma boa razão para não-indígenas terem acesso à cultura e, sobretudo, a identidade do povo indígena brasileiro. Segundo o cacique, a interação é extremamente importante para cultivar o respeito com o seu povo. “É importante porque o Dia do Índio, para nós Guaranis, significa toda a luta pelos nossos direitos e resistência dos povos Guaranis”, salienta o líder.

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp

Olá, deixe seu comentário para Dia do Índio teve surf e futebol

Enviando Comentário Fechar :/