X

Fale Conosco:

Aguarde, enviando contato!
X

Horóscopo Virtual:

X

Resultados das Loterias:

Conteúdo em destaque:

Woodstock 2k
Tabacaria Cardoso
Pães e Cucas em Garopaba
Clube do Assinante Impresso Catarinense
Snet Telecom
King Barbearia
Raancon Construtora

Desaparecida de Imbituba foi brutalmente assassinada

Cristini de Jesus dos Passos foi torturada, assassinada e teve corpo queimado. Marido e cunhado teriam sido os mandantes do crime

Por Redação do RSC dia em Notícias

Desaparecida de Imbituba foi brutalmente assassinada
  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp

Na manhã desta terça-feira (06), por volta das 7h, a Polícia Civil de Santa Catarina, por intermédio da Delegacia de Polícia da Comarca de Imbituba, deflagrou operação com objetivo de cumprir sete mandados de prisão preventiva. Os alvos são investigados pela prática de crimes de homicídio quadruplamente qualificado, fraude processual e destruição/ocultação de cadáver.

No dia 9 de abril deste ano, familiares registraram na Delegacia de Polícia de Imbituba o desaparecimento de Cristini de Jesus dos Passos, de 24 anos. A jovem não mantinha contato com a família há quatro dias antes do registro de desaparecimento. O portal RSC, em contato com irmã da vítima, acompanhava de perto a história. Logo depois, a Polícia Civil instaurou inquérito policial para apuração dos fatos, sendo apurado que ela foi brutalmente torturada e assassinada.

De acordo com o delegado de Polícia, Juliano Baesso, foi constatado que a morte da vítima foi encomendada pelo marido, que cumpre pena pelo crime de tráfico de drogas na Penitenciária Sul, de Criciúma, e pelo cunhado, que recentemente foi condenado pelos crimes de tráfico de drogas e organização criminosa.

Baesso salienta que o cunhado da vítima ordenou que seus sócios na prática do tráfico de drogas providenciassem a execução da vítima com requintes de crueldade. Nesse sentido, a vítima teria sido atraída para uma residência de propriedade do cunhado, local onde foi brutalmente torturada e assassinada. Outras cinco pessoas, além dos mandantes, teriam participado do crime.

Além disso, apurou-se que, após o assassinato, os autores descartaram o corpo da vítima nas proximidades do aterro sanitário da Divineia, local onde atearam fogo no corpo. Como se não bastasse, os autores alteraram a cena do crime, simulando uma reforma na residência com o objetivo de dificultar o trabalho investigativo.

Diante das provas produzidas no inquérito policial, a Polícia Civil de Imbituba, através do Delegado de Polícia, representou ao Poder Judiciário pela decretação da prisão preventiva de sete pessoas pela prática dos crimes de homicídio quadruplamente qualificado (motivo fútil, meio cruel/tortura, premeditação/dissimulação e feminicídio), fraude processual majorada e destruição/ocultação de Cadáver. O pedido foi prontamente deferido pelo Poder Judiciário local após manifestação favorável do Ministério Público.

No momento, os policiais civis estão efetuando o cumprimento dos mandados expedidos pelo Poder Judiciário. Dos sete mandados de prisão preventiva, seis já foram cumpridos. Um deles encontra-se foragido.

Foto: Divulgação

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp

Olá, deixe seu comentário para Desaparecida de Imbituba foi brutalmente assassinada

Enviando Comentário Fechar :/