X

Fale Conosco:

Aguarde, enviando contato!
X

Horóscopo Virtual:

X

Resultados das Loterias:

RSC Portal - Rede Souza de Comunicação

  • RSC Portal no Twitter
  • RSC Portal no YouTube
  • RSC Portal no Facebook

Defesa Civil segue atenta ao clima

Barragens do estado passam por visita técnica para identificação de riscos

Por RSC Portal dia em Notícias

Defesa Civil segue atenta ao clima
  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp

O Governo do Estado de Santa Catarina realiza, por meio da Secretaria da Defesa Civil, a fiscalização de barragens no território catarinense. A ação faz parte da política do Centro Integrado de Gerenciamento de Riscos e Desastres (CIGERD) de identificação de possíveis riscos no estado. Nesta nova fase, que inicia em março, as ações preventivas se intensificam com a atualização de informações sobre estas estruturas.

As visitas às barragens serão realizadas pelos coordenadores regionais, que farão a coleta de dados. Dentre os pontos analisados estão a identificação da existência do Plano de Ação de Emergência (PAE) e obtenção de cópia dos Planos para análise sobre a efetividade da mesma. Também será verificada a preparação das comunidades para as execuções.

"Um relatório já está sendo preparado pela Secretaria de Desenvolvimento Sustentável (SDS) desde ano passado sobre a identificação das estruturas de barragens em Santa Catarina. Agora, em paralelo, vamos verificar as obrigações em relação à segurança e preparação das comunidades", explicou o secretário da Defesa Civil, João Batista Cordeiro Júnior.

Segundo ele, o Corpo de Bombeiros Militar (CBMSC) também está finalizando uma norma técnica de segurança sobre o assunto. "Isso mostra a preocupação do Governo do Estado com todos os fatores que podem colocar a população em risco", completou.

Está prevista a visita técnica em cerca de 136 estruturas, mas o diretor de Monitoramento Gestão e Desastres da SDC, TC Sandro Nunes, não descarta a possibilidade da existência de barragens não identificadas pela Agência Nacional das Águas: "O último relatório da ANA foi realizado em 2017 e as informações são fundamentais para o planejamento das ações dos municípios e da população catarinense".

De acordo com a destinação do uso da barragem, existe um órgão federal específico que fiscaliza a estrutura. No caso de captação de água para consumo humano, animal ou agricultura, a responsabilidade é da Agência Nacional das Águas (ANA). As estruturas para o descarte de minério ficam a cargo da Agência Nacional de Mineração (ANM) e as estruturas usadas para a produção de energia elétrica ficam subordinadas a Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL).

Foto: Divulgação\SDC

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp

Olá, deixe seu comentário para Defesa Civil segue atenta ao clima

Enviando Comentário Fechar :/