X

Fale Conosco:

Aguarde, enviando contato!
X

Horóscopo Virtual:

X

Resultados das Loterias:

RSC Portal - Rede Souza de Comunicação

  • RSC Portal no Twitter
  • RSC Portal no YouTube
  • RSC Portal no Facebook

Cresce número de focos de mosquito em SC

Diante do risco de epidemias das doenças transmitidas pelo mosquito, especialmente agora no verão, as ações devem ser intensificadas.

Por RSC Portal dia em Notícias

Cresce número de focos de mosquito em SC
  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp

O primeiro boletim epidemiológico com dados da situação do mosquito Aedes aegypti divulgado pela Diretoria de Vigilância Epidemiológica de Santa Catarina (Dive/SC), vinculada à Superintendência de Vigilância em Saúde (SUV), alerta que foram identificados 727 focos do mosquito em 75 municípios do Estado até o dia 12 de janeiro deste ano. O número representa 28,4% a mais do que o registrado no mesmo período do ano passado.

Diante do risco de epidemias das doenças transmitidas pelo mosquito, especialmente agora no verão, as ações devem ser intensificadas. A Secretaria de Estado da Saúde conta com profissionais de saúde, laboratórios, veículos, equipamentos e materiais informativos de forma a prestar apoio aos municípios nas ações locais. “Mas mesmo assim, é fundamental o envolvimento de todos para o controle do número de focos do mosquito”, salienta Maria Teresa Agostini, diretora da Dive/SC.

Em Tubarão, o diretor-presidente da Fundação Municipal de Saúde, Daisson Trevisol, diz que no final do ano passado dois focos do mosquito foram encontrados, nos bairros São Cristóvão e São Martinho, mas nenhum caso de dengue foi registrado. 

Em Laguna, há três anos não é registrada qualquer incidência do mosquito Aedes aegypti. Durante todo o ano a Secretaria de Saúde, através dos agentes de endemias do município, também realiza um trabalho de fiscalização intensiva. Na manhã dessa sexta-feira, os agentes fiscalizaram dois terrenos próximo ao Centro da cidade que se encontram abandonados, e coletaram material para análise no laboratório próprio do município.

Os proprietários dos imóveis foram localizados, notificados, e foi solicitada a limpeza dos locais pela equipe da Vigilância Sanitária.

Em toda a região, também não há casos de infestação pelo mosquito Aedes aegypti, mas segundo o gerente regional de Saúde, Everson Barbosa Martins, nessa quinta-feira foi encontrado o primeiro foco, em Grão-Pará.

 

Prevenção o ano inteiro

Em Tubarão, o diretor-presidente da Fundação Municipal de Saúde, Daisson Trevisol, diz que a prevenção da dengue ocorre o ano inteiro, com acompanhamento pelo Núcleo de Endemias. “Agora vamos focar ainda mais na prevenção e na divulgação de algumas informações. Vamos também fazer ações no Centro para alertar o pessoal, e as equipes estão indo nas casas para fazer a prevenção, também, com armadilhas”. Em Laguna, a equipe técnica acompanha semanalmente 120 armadilhas espalhadas pela cidade, e quinzenalmente fiscaliza em média 30 pontos estratégicos como cemitérios, borracharias, ferro velhos e floriculturas. Além disso, palestras de conscientização são realizadas durante todo o ano em escolas, comunidades e postos de saúde. A Regional de Saúde tem um setor de zoonoses que faz diariamente supervisão e dá apoio aos municípios.  A equipe da zoonoses da Regional conta com uma bióloga e um enfermeiro.

Fonte: Diário do Sul

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp

Olá, deixe seu comentário para Cresce número de focos de mosquito em SC

Enviando Comentário Fechar :/