X

Fale Conosco:

Aguarde, enviando contato!
X

Horóscopo Virtual:

X

Resultados das Loterias:

Conteúdo em destaque:

Alan e Felipe
Pães e Cucas em Garopaba
Clube do Assinante Impresso Catarinense
Snet Telecom
King Barbearia
Raancon Construtora

Comunidade reage novamente ao fechamento do Ouvidor

Ministério Público fechou praia e até carros de pescadores foram multados

Por RSC Portal 2 dia em Notícias

Comunidade reage novamente ao fechamento do Ouvidor
  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp

A comunidade da Grama, bairro no extremo sul de Garopaba, faixa de terra e dunas entre a Lagoa de Ibiraqura e as Praias do Ouvidor e Vermelha, promoveu uma Assembleia Pública na noite de sexta-feira, 6. O prefeito Sergio Cunha, vereadores e moradores discutiram o possível fechamento da Praia do Ouvidor para o trânsito de veículos. 

O Ministério Público Estadual fechou a Praia do Ouvidor para o trânsito de veículos na véspera do Verão. A comunidade reagiu e uma medida negociada foi firmada com o fechamento de metade da praia. Passado o verão, a polêmica está de volta. Cunha afirmou que levará ao Ministério Público o pedido de mais 120 dias para elaboração de projeto urbanístico. “Vamos brigar por aquilo que a gente acredita. Essa comunidade sempre foi muito organizada e participativa. Vou levar a proposta dela para o promotor e vamos tentar sensibilizá-lo”, garante o prefeito.

A solicitação foi feita por advogados que representam a Associação de Moradores Ibiraquera-Gramense. “O que propomos foi pensado e protocolado na Prefeitura pela comunidade em 1990. Antes do Plano de Gerenciamento, da criação da Área de Proteção Ambiental da Baleia Franca e da reforma do Código Florestal”, contextualiza o advogado Amauri Cardozo, neto de um dos mais tradicionais pescadores da região, o Seu Virgílio.

Esse projeto dos anos 90 já previa a retirada do carro da praia, com orla e estacionamento na área de Marinha. O engenheiro da época protocolou na Prefeitura, mas houve omissão do Poder Público na visão do advogado. “Inclusive a Secretaria do Patrimônio da União afirmou que caberia ação pública na época. Agora a comunidade tem que ser protagonista nesse processo. Temos condições de planejar os próximos 50 anos da Praia do Ouvidor. Em Balneário Camboriú, por exemplo, isso não é mais possível”, alerta.

A solução para a maioria dos entrevistados pela redação do jornal Impresso Catarinense é a criação de um estacionamento nos moldes do Canto da Praia da Vila, resguardadas as respectivas particularidades. “Temos que estudar a questão ambiental porque é central nessa situação. Vamos caminhar por lá na próxima semana para ver o que mais podemos fazer”, complementa o prefeito Sergio Cunha.

Pescadores
A comunidade esteve presente no salão da Associação. “Temos que tirar o carro da praia, mas sem isolar o pescador. Aqueles ranchos de pesca estão ali há quatro gerações da minha família. Se hoje a praia está nas mãos do Poder Público é graças aos meus avós e pais. Eles que sempre lutaram para manter ela assim preservada”, contextualiza o seu Virgílio da Silveira, de 77 anos.

O patrimônio natural merece o mesmo cuidado que a tradição da pesca, patrimônio cultural de Santa Catarina, na visão de outro pescador, o jovem Bruno Rodrigues da Silva, de 30 anos. “Pesco aqui desde criança todos os dias. A nossa opinião era fazer igual na Praia da Vila, mas a Prefeitura quer alargar a rua e fazer o estacionamento ali. Essa não é a melhor solução”, analisa.

Para outro antigo pescador, Manuel Marcelino da Rosa, que pesca há mais de 45 anos nas praias da região, é preciso fazer uma estrada por cima da orla, na área de Marinha, para que os pescadores cheguem até os barracos. “Aí fariam caminhos para a praia de 50 em 50 metros”, soluciona Seu Manoel.

Para o Seu Virgílio é preciso preservar o posso de camarão, os sambaquis e demais particularidades naturais da Praia do Ouvidor. “Sem falar dos peixes né. Há pouco tiramos 26 toneladas de tainha e há três anos 80 toneladas de anchova”, finaliza.

Vereadores
A percepção dos vereadores Luizinho Campos, Tatiane Pacheco e Targino também foram expostas na Assembleia. “Estive aqui há dois anos nessa mesma discussão. Na época a grande problemática eram as licenças ambientais. Sugiro que a Associação leve esse projeto a todos os órgãos responsáveis para que a gente não compre uma briga que não chegará a lugar nenhum”, orienta a vereadora Tatiane Pacheco.

Para Luizinho Campos, nascido e criado na região, o promotor que decidiu fechar a Praia na véspera do verão precisa conhecer a comunidade. “Essas pessoas vivem da pesca e turismo. Pescadores e turistas foram proibidos de entrar na praia e os desavisados multados. A vontade da comunidade vai de encontro com a do Ministério Público. Temos que criar alternativas e não fechar a praia com uma canetada”, indigna-se.

Secretário de Turismo
A pasta está nas mãos de outro nativo da região da Praia do Ouvidor. Jackson da Silva Silveira afirma que é preciso respeitar a hierarquia. “A minha família tem comércio de peixe ali há 42 anos e diversos conflitos acontecem faz tempo. Agora temos uma situação omuito urgente porque o Plano de manejo da Área de Proteção Ambiental foi aprovado. Temos uma Área de Preservação Federal e a união da comunidade é o caminho”, finaliza.

A redação do jornal Impresso Catarinense entrou em contato com os responsáveis da Área de proteção Ambiental da Baleia Franca para mais esclarecimentos, mas não houve resposta. Os grande empresários das proprietários que circundam a Praia do Ouvidor, donos da Praia Vermelha e da Fazenda dos Búfalos não foram localizados. A redação continuará a procura-los para entender as suas perspectivas sobre o possível fechamento da Praia do Ouvidor.

 

Confira galeria de fotos do artigo: "Comunidade reage novamente ao fechamento do Ouvidor"

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp

Olá, deixe seu comentário para Comunidade reage novamente ao fechamento do Ouvidor

Enviando Comentário Fechar :/