X

Fale Conosco:

Aguarde, enviando contato!
X

Horóscopo Virtual:

X

Resultados das Loterias:

Conteúdo em destaque:

EAD Cruzeiro do Sul
Drakos Beer Pub
Open Food Churrasco Premium
Tributo Raul Seixas 30 anos
Snet Telecom
Pães e Cucas em Garopaba
Clube do Assinante Impresso Catarinense
King Barbearia
Raancon Construtora

Celesc tem dois meses para verificar abuso nas faturas

Clientes que reclamaram no Procon terão cobranças suspensas até a nova aferição dos medidores

Por RSC Portal dia em Notícias

Celesc tem dois meses para verificar abuso nas faturas
  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp

Mais de mil e duzentas unidades consumidoras de Santa Catarina que registraram reclamações sobre a alta no valor das faturas junto ao Procon terão o medidor aferido novamente no prazo de dois meses. A solicitação foi do Ministério Público de Santa Catarina em reunião com a Celesc na quinta-feira, 7, em Florianópolis. Esses consumidores terão as faturas de energia suspensas de cobrança até que os processos sejam concluídos.

A Celesc prestou esclarecimentos no inquérito civil instaurado sobre as reclamações dos consumidores referentes à alta no valor das faturas de energia. A reunião foi conduzida pelo promotor de Justiça, Marcelo Brito de Araújo e pela coordenadora do Centro de Apoio Operacional do Consumidor, a promotora de justiça, Greicia Malheiros da Rosa Souza.

Depois da apresentação dos técnicos e diretores da Celesc sobre a forma como é feita a cobrança, o diretor de Geração, Transmissão e Novos Negócios, Pablo Cupani afirmou que a Celesc considera muito positiva essa aproximação que o MP propiciou entre Procon, a sociedade e a distribuidora. “É uma chance que nós temos de apresentar de forma transparente, didática e bastante clara a maneira que é feita a cobrança na fatura de energia”, pontua.  

De acordo com o promotor Marcelo Brito de Araújo está sendo tramitado o inquérito civil. “Estamos tentando apurar se houve alguma prática irregular ou não por parte da Empresa. Até agora nós não temos nenhum elemento concreto e esse inquérito é exatamente para angariar provas e verificar se há algum tipo de equívoco”, destacou.

Foto: CSC

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp

Olá, deixe seu comentário para Celesc tem dois meses para verificar abuso nas faturas

Enviando Comentário Fechar :/