X

Fale Conosco:

Aguarde, enviando contato!
X

Horóscopo Virtual:

X

Resultados das Loterias:

Conteúdo em destaque:

O Guaraná oficial de Imbituba
Carla Carvalho Studio Pilates e Suspensão
Clinica Odontológica Integrada
PAES E CUCAS
Mini Calzone Garopaba
Barbearia Vip Imbituba
Frutos de Goiás Imbituba
Tabacaria Cardoso
Z12 Sushi Imbituba
Snet Telecom
Zinata
Dedetizadora D.D. Sul

As Super-Mães agora também são professoras

E-mail, Excel e Word eram ferramentas desconhecidas para muitas das crianças da Rede Estadual

Por Redação do RSC dia em Notícias

As Super-Mães agora também são professoras
  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp

Alex Bondan

Na última semana de abril, o Impresso Catarinense entrevistou professores e diretores sobre a Educação nesse tempo de Pandemia. Nessa semana, em homenagem ao Dia das Mães, o jornal entrevistou três mulheres da região que contam como tem sido a experiência online dos filhos com o aprendizado. Jéssica Martins é de Imbituba e tem um filho de 7 anos. Alessandra Muniz é de Garopaba e tem duas crianças, de 10 e 12 anos. Na Praia do Rosa, Lilian Fidelis Santos também tem dois, 13 e 8 anos.

Desde março as aulas foram interrompidas em Santa Catarina. Em Imbituba, Jéssica Martins já vivia uma rotina corrida antes da Pandemia. “Agora com as atividades online está ainda mais corrido. Administrar empresa, cuidar da casa e estudar. Mas acredito que isso é algo que temos que passar e aprender a administrar melhor nosso tempo”, contextualiza. Jéssica também sugere manter a calma mesmo em momentos difíceis. “Logo isso irá passar e com certeza vamos ter uma lição muito boa nisso tudo”, projeta.

A paulista radicada na Praia do Rosa, Lilian Fidelis, tem filhos meninos de 13 anos 8 anos. “Tento ajudar e orientar no ensino a distância. Eu ajudo a mantê-los aprendendo, porque não conseguem fazer isso sozinho. Tem sido um trabalho em conjunto a ser feito entre nós pais e professores. É claro que nunca seremos como os professores, mas no momento estamos fazendo o possível pelo futuro de nossos filhos. O momento é tão difícil que o mundo está enfrentando e temos que ser gratos por haver essa oportunidade de convivência maior”, avalia.

Em Garopaba, o casal de filhos de Alessandra Antunes Silveira Muniz, ele com 12 anos e ela de 10, também sentem falta dos treinos de jiu-jitsu com o professor Keké. “A rotina agora está mais intensa. Tenho que trabalhar e ajudar as crianças com os estudos. Antes de tudo isso não costumavam usar E-mail, Excel e Word. Aprenderam tudo nesses últimos dias, estou ensinando tudo que sei para eles terem mais autonomia em relação ao uso de ferramentas do computador e internet. Olhando por este lado está sendo bom estudar em casa e aprender a usar ferramentas tão básicas, mas que antes eles não utilizavam”, aprova a mãe.

As Super-Mães agora também são professoras

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp

Olá, deixe seu comentário para As Super-Mães agora também são professoras

Enviando Comentário Fechar :/