X

Fale Conosco:

Aguarde, enviando contato!
X

Horóscopo Virtual:

X

Resultados das Loterias:

Conteúdo em destaque:

Tabacaria Cardoso
Alan e Felipe
Dia das Crianças com a Rede Souza de Comunicação e Grupo Alternativas
Semana Nacional da Baleia Franca
Promoção Passeio Turístico ao Santuário Santa Paulina
EAD Cruzeiro do Sul
Open Food Churrasco Premium
Snet Telecom
Pães e Cucas em Garopaba
King Barbearia
Raancon Construtora

Animais de rua: redução populacional é debatida

Imbituba tem hoje, aproximadamente, 13 mil animais de rua

Por RSC Portal dia em Notícias

Animais de rua: redução populacional é debatida
  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp

Os números atuais são preocupantes e alertam para um problema de saúde pública. Segundo dados da Secretaria de Desenvolvimento Agrícola e da Pesca, Imbituba tem hoje, aproximadamente, 13 mil animais de rua. A maior parte, 61%, está relacionada aos cães. O restante fica por conta dos gatos abandonados.

Para tentar reduzir os números e evitar o surgimento de doenças, a Prefeitura de Imbituba decidiu montar um programa de controle populacional no município, com o foco em esterilização, educação nas escolas e na realização de um seminário para a orientação da população. O assunto foi tema de um encontro que reuniu, na tarde desta quinta-feira (07), representantes do Poder Executivo Municipal e da ONG Eco Sul.

“Estamos buscando, em parceria com a ONG Eco Sul, o avanço desse projeto. Se tudo der certo, eles irão atuar na orientação dos alunos nas redes, municipal, estadual e particular de ensino. Eles também serão os responsáveis pela formação do seminário e pela distribuição de cartilhas à população”, informou o Médico Veterinário, Emanuel Matos.

Outro projeto importante, que deve sair do papel ainda no primeiro semestre de 2019, será a implantação de um Centro de Bem Estar Animal. A única pendência que falta, segundo o Médico Veterinário do município, é a definição pela construção, ou não, de um Centro de Esterilização em Imbituba. Isso porque, existe a possibilidade do serviço continuar sendo executado por profissionais terceirizados.

“A redução populacional dos animais de rua é uma questão de saúde pública. A gente precisa atuar nesse ponto, justamente, para que o número de atendimentos clínicos nos postos de saúde e nos hospitais seja reduzido. É importante destacar que os animais de rua são vetores, na maioria das vezes, de doenças graves”, reiterou Emanuel Matos.

 

Foto: ASCOM / PMI

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp

Olá, deixe seu comentário para Animais de rua: redução populacional é debatida

Enviando Comentário Fechar :/