X

Fale Conosco:

Aguarde, enviando contato!
X

Horóscopo Virtual:

X

Resultados das Loterias:

Conteúdo em destaque:

Drakos Beer Pub
EAD Cruzeiro do Sul
Open Food Churrasco Premium
Tributo Raul Seixas 30 anos
Snet Telecom
Pães e Cucas em Garopaba
Clube do Assinante Impresso Catarinense
King Barbearia
Raancon Construtora

A WSL celebra o Dia da Mulher com mesa redonda sobre igualdade

A temporada 2019 do Championship Tour será a primeira com premiação igual para homens e mulheres

Por RSC Portal dia em Notícias

A WSL celebra o Dia da Mulher com mesa redonda sobre igualdade
  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp

A World Surf League anunciou várias iniciativas importantes para celebrar o Dia Internacional da Mulher, comemorado hoje, 08. A igualdade na premiação para homens e mulheres foi o assunto principal da mesa redonda realizada na Califórnia e liderada pela Deputy Commissioner da WSL, Jessi Miley-Dyer, contando com a participação das surfistas do CT, Carissa Moore, Lakey Peterson, Courtney Conlogue, Caroline Marks e a brasileira Tatiana Weston-Webb. O diálogo aberto e sincero focou na igualdade da premiação nesta nova temporada, a competitividade entre as meninas, a imagem corporal e o quanto a WSL tem feito para valorizar a categoria feminina nos últimos anos.

“A imagem corporal tem sido a coisa mais difícil, mas acho que já percorremos um longo caminho”, disse a tricampeã mundial Carissa Moore. “Mais do que nunca, nós agora estamos sendo muito mais apreciadas pelo nosso corpo atlético e pelas performances dentro d´água. Existem algumas listas das mais lindas por aí e é difícil quando você não sabe quem as cria, mas acho que você perceber que não pode se abalar por essas coisas vem com a maturidade, pois acredito que a definição de beleza vem de dentro de nós”.

“Eu sempre me sinto muito feminina surfando e você precisa ser autêntica para si mesma, não importa o que aconteça com os altos e baixos da vida”, disse Courtney Conlogue. “No começo da minha carreira, eu tinha que ganhar para realmente vencer na vida e se eu não ganhasse, teria que voltar para a faculdade”.

A campanha global de marketing da World Surf League, “Every Wave for Everyone” (Cada Onda para Todas), lançada neste verão, a partir deste dia 7 de março, mostrará muitas mulheres surfistas que serviram de inspiração para várias gerações do esporte. O conteúdo aparecerá nas mídias sociais da WSL e das atletas compartilhando este momento único de igualdade entre homens e mulheres.

“Eu apoiei completamente a decisão da WSL de pagar a mesma premiação aos competidores masculinos e femininos e acredito que esta foi a melhor mensagem de igualdade que poderia haver”, disse o onze vezes campeão mundial, Kelly Slater. “A WSL considerando todos os seus atletas igualmente, valoriza bastante os nossos eventos. Eu vejo isso como uma vitória para todos e faz com que o “Every Wave for Everyone” seja facilmente identificável. É um prazer ver mais apoio do que nunca para as mulheres pelo nosso corpo diretivo”.

A primeira etapa do World Surf League Championship Tour (CT) com premiação igual para todos será realizada neste mês de abril em Queensland, na Austrália, onde a WSL também irá lançar um programa global de compromisso para as mulheres chamado “Rising Tides – WSL Girls Program”. Esse programa especial das meninas vai oferecer clínicas em cada etapa do CT feminino para inspirar as próximas gerações do sexo feminino.

Uma nova série de conteúdo também será inaugurada esse ano, a “WSL Heritage Series”, que contará com mulheres notáveis no esporte – trailblazers, recordistas e ativistas de vanguarda que ajudaram a pavimentar todo o caminho até aqui. A série incluirá atletas famosas como as campeãs mundiais Lisa Andersen e Sofia Mulanovich, bem como algumas pioneiras menos conhecidas do público atual, como Pauline Menczer e Sarah Gerhardt.

“Este é um momento incrivelmente emocionante para o surfe e a WSL tem imenso orgulho em instituir prêmios iguais para homens e mulheres em todos os eventos promovidos por nós, tornando-se a primeira liga esportiva global dos Estados Unidos a fazer isso”, destacou a CEO da WSL, Sophie Goldschmidt. “É uma iniciativa que tínhamos como uma meta de longo prazo para a organização e esperamos que o resultado dessas discussões e a instituição da igualdade na premiação inspire outras ligas e organizações a fazerem o mesmo”.


 Foto: DAYLA SOUL

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp

Olá, deixe seu comentário para A WSL celebra o Dia da Mulher com mesa redonda sobre igualdade

Enviando Comentário Fechar :/